Por: Catharina Camargo

Oh Céus! O que é este amor?
Que nunca tive?
Um turbilhão,
Que se instalou em mim?
Ora calmo riacho,
Correndo tranquilo…
Ora ondas gigantes,
De um mar sem fim?
Num instante apenas,
Me transporto às alturas…
Mas logo retorno,
Sentindo da vida…
Tão meigas ternuras!
Amor sem sentido…
Tão doce loucura,
Talvez, só paixão?
Este arrebatamento…
De encanto e magia,
Nos tira a razão!!

Catharina Camargo, Professora
katcamargo08@gmail.com

Pin It on Pinterest

Share This