O Mestre representa o Ancião, o Sábio.

Toda cultura apresenta conceitos tradicionais ou não-tradicionais de educação. Portanto, o processo de ensinar e aprender é universal.

O princípio que guia o Mestre é o de estar aberto aos resultados e não preso a eles.

Ele possui sabedoria, ensina confiança e entende a importância do desapego.

“O sonho tem início com um mestre que acredita em ti, que te puxa, te empurra e te conduz ao próximo degrau, às vezes, te aguilhoando com uma vara pontiaguda chamada “Verdade”.”
Dan Rather

As três sabedorias do Mestre são:

– Clareza: ouve e vê com a mente e o coração, em estado de harmônia.
– Objetividade: fica numa posição desapegada, sem reagir através das emoções.
– Discernimento: busca na quietude a verdade do momento, antes de agir.

Utiliza as quatro Leis do Desapego:

– Quem quer que esteja presente, é a pessoa certa.
– Seja quando for que comece, é o tempo certo.
– O que quer que aconteça, é a única coisa que poderia ter acontecido.
– Quando acaba, acaba.

Quando o Mestre interior é desenvolvido ele:

– Transforma o crítico interno em testemunha imparcial.
– Valoriza a autoestima e autocrítica.
– É flexível, assim como a água.
– Reconhece e utiliza o seu potencial de sabedoria.

Quais foram os mestres significativos de sua vida? Quais são as qualidades que te atraíram para eles? O que isto pode revelar sobre o seu Mestre interior?

Pin It on Pinterest

Share This