Os povos conectados à terra, aqueles que vivem relações profundas com a Natureza, valorizam seus ancestrais, as formas de transmissão do conhecimento, os relacionamentos, a liderança, os recursos para a manutenção da saúde e do meio ambiente.
Vivendo em regiões distantes e distintas apresentam semelhanças na maneira de ser e viver a vida.

Por exemplo, a compreensão e experiência do significado de poder e liderança.

Demonstram que poder é um recurso humano, uma força, não apenas física, utilizado para fortalecimento próprio e de outros.

Quando o poder é reconhecido passa a ser movimentado de modo equilibrado, sem comparações ou espera por aprovação.

Porém se o contrário é vivido, padrões de auto desmerecimento e desculpas surgem.
Os povos da terra chamam isto de “feitiços” ou “encantamentos mágicos, pois trazem fraqueza ao ser.

O poder pessoal, então, é como um “remédio” ou antídoto para o “encantamento”, evidenciando a experiência de que não há ninguém igual, cada um é único e especial.

Há clareza, discernimento, confiança e comunicação correta.

Três poderes universais são, então, exercidos:

  • Poder da Presença: ser capaz de trazer para o campo de ação quatro inteligências, física, mental, emocional e espiritual. Pessoas assim atraem a atenção, sem usar palavras, seu carisma chega na frente. São radiantes e inspiram os outros.
  • Poder da Comunicação: exercer comunicação habilidosa. Fortalecendo e estimulando o outro a ouvir e escutar aquilo que quer ou precisa dizer.
  • Poder do Posicionamento: ser hábil em colocar-se no mundo. Honrando e respeitando tudo e todos, estabelecendo limites e determinações, alinhando pensamentos, palavras e ações, ampliando sua responsabilidade de maneira fortalecedora.

Em que momentos de sua vida você é consciente destas forças?
Quais são as pessoas ou líderes que inspiram você?

Pin It on Pinterest

Share This